Globo classifica propaganda da Vivo como “uma das formas mais baixas de publicidade”

O empresário e apresentador Roberto Justus, presidente do Grupo Newcomm já reconheceu o erro

Globo classifica propaganda da Vivo como “uma das formas mais baixas de publicidade”

A Rede Globo divulgou nesta quinta-feira (11) um comunicado oficial sobre o episódio da campanha de publicidade da operadora de telefonia Vivo, em que aparece o ator Murilo Benício falando como o Tufão, personagem da novela “Avenida Brasil”.

 A emissora carioca mandou a empresa de telefonia retirar do ar o vídeo, que estava em seu canal no YouTube. O problema é que a peça infringe uma das regras nas quais se baseia o relacionamento da emissora com o mercado publicitário, segundo a qual seus personagens não podem ser usados em ações de marketing.

A Globo classifica a atitude da agência VML (que criou a campanha em conjunto com a Y&R, do Grupo Newcomm) e da Vivo como “uma das formas mais baixas de publicidade, conhecida com marketing de emboscada”.

O canal de TV diz ainda que o ator Murilo Benício disse que a agência lhe disse que a campanha publicitária seria negociada com a própria Globo. A emissora também disse que “considera esse episódio gravíssimo e, além das notificações e de ir ao Conar [Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária], estuda uma ação de perdas e danos causados em razão da violação de seus direitos”. O empresário e apresentador Roberto Justus, presidente do Grupo Newcomm já reconheceu o erro, conforme noticiou ontem o Almanaque da TV.

Fonte Meio & Mensagem

Deixe o seu comentário

XHTML: Tags permitidas: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Documento sem título

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player